APP do Bolsa Família, todas informações na palma da mão

Nada como ter informações na palma da mão com a ajuda da tecnologia. É comodidade que qualquer um busca nos dias de hoje e é o que acabam de ganhar os beneficiários do Bolsa Família que agora contam com um aplicativo específico com todos os detalhes disponíveis do programa.

Tecnologia
2 meses atrás
APP do Bolsa Família, todas informações na palma da mão

São essas informações disponíveis no aplicativo do Bolsa Família, as mesmas presentes no extrato de pagamento, que permitirão ao beneficiário ter a comodidade de não mais ter de ir à agência bancária em busca de informações.

Como baixar o App do Bolsa Família

A ferramenta está disponível para smartphones dos sistemas Android, iOS e Windows Fone permitindo acompanhar o calendário de pagamento, saques realizados e o extrato do benefício, além de orientações do Ministério da Cidadania. Com o App, tudo pode ser acessado de qualquer lugar, a qualquer hora, bastando apenas alguns toques no celular.

A diretora de Benefícios da Senarc, Secretaria Nacional de Renda de Cidadania, Caroline Paranayba, traz mais detalhes. “Para o público que possui acesso ao app, nós transmitimos informações que diminuem o desgaste, por exemplo, de ir até um canal de pagamento fora da data estipulada pelo calendário”, destacou

Bolsa Família no celular

Aplicativo do Bolsa Família facilita acesso às informações sobre o programa (foto: Rafael Zart / Ministério da Cidadania)
Aplicativo do Bolsa Família facilita acesso às informações sobre o programa (foto: Rafael Zart / Ministério da Cidadania)

O aplicativo pode ser baixado na Google Play, para quem possui aparelho com o sistema Android e na App Store para quem tem um iPhone. O aplicativo pode ser instalado por meio do Windows Store somente para quem dispõe de celulares com a plataforma Windows Phone.

Confira o passo a passo para instalar e utilizar o App:

  • Procure o ícone da loja de aplicativos do seu celular.
  • Na busca, digite Bolsa Família CAIXA, de Caixa Econômica Federal.
  • Instale, aguarde e insira seus dados colocando seu número do NIS ou CPF.

O aplicativo é de responsabilidade da Caixa e foi desenvolvido em conjunto c

om a equipe do Bolsa Família do Ministério da Cidadania. Atualmente, ele é usado por milhões de pessoas.

As facilidades

Facilidade é a palavra que chama a atenção e que resume bem o que o aplicativo oferece. Por meio dele, é possível saber qual o local mais próximo da localidade do beneficiário para fazer saques.

Mais benefícios podem ser anotados com o app que ainda evita deslocamentos desnecessários aos Cras, Centros de Referência de Assistência Social, comum de acontecer em cidades mais interioranas quando o beneficiário precisa esclarecer uma dúvida ou ter acesso a outras informações sobre o programa.

“Entre oito e nove milhões de pessoas que fizeram o download podem receber essas informações de maneira mais prática, a partir do aplicativo, sem ter que se deslocar a um canal da Caixa ou até o CRAS”, lembra Caroline Paranayba.

Mais benefícios do App

Além das opções já informadas, na interface do aplicativo o participante do programa ainda encontra:

  • Calendário de Pagamentos
  • Suas Mensagens
  • Dicas para você
  • Downloads de Apps
  • Atendimento
  • Sobre o Bolsa Família
  • Educação Financeira
  • Indique a um amigo

Bolsa Família

O Programa Bolsa Família é voltado às famílias pobres e extremamente pobres do país. Os beneficiários recebem o dinheiro mensalmente e, em contrapartida, cumprem compromissos nas áreas de saúde e educação. Em setembro, 13,5 milhões de famílias brasileiras receberam o benefício.

Quem pode participar?

Para ter direito ao benefício, a pessoa não precisa necessariamente ter filhos. Nesse sentido, foi utilizado um limite de renda para definir esses dois patamares. Dessa forma, podem fazer parte do Programa:

As famílias com renda por pessoa de até R$ 89,00 mensais;

Famílias com renda por pessoa entre R$ 89,01 e R$ 178,00 mensais, desde que tenham crianças ou adolescentes de 0 a 17 anos.

Como se cadastrar

Quem se enquadra nas regras e pretende receber o benefício, deve se inscrever no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, ou apenas Cadastro Único. É bom lembrar que não existe um cadastro específico do Programa Bolsa Família.

A responsabilidade pelo cadastramento das famílias é dos municípios e do Distrito Federal. Interessados devem procurar setor do Bolsa Família e do Cadastro Único de sua cidade. Em muitos locais, o cadastramento também pode ser realizado nos Cras, Centros de Referência da Assistência Social.

Outras informações sobre o cadastramento, bem como os documentos que a pessoa deve apresentar e o que é considerado para o cálculo da renda familiar, podem ser consultadas na página do Cadastro Único.

Regras do Bolsa Família

Para integrar ao programa, as famílias interessadas devem respeitar algumas regras. Por isso, a inscrição no Cadastro Único não garante a entrada imediata no Bolsa Família.

A seleção é feita por um sistema informatizado, a partir dos dados que elas informaram no Cad Único e das regras do programa.

Outra informação importante é que a concessão do benefício depende de quantas famílias já foram atendidas no município, em relação à estimativa de famílias pobres feita para essa localidade, sem dizer do limite orçamentário que precisa ser respeitado pelo Governo Federal.

É importante lembrar que as regras precisam ser respeitadas para não ser retirado do programa, já que o Bolsa Família possui mecanismos de controle para manter o foco nas famílias carentes que vivem em condição de pobreza e de extrema pobreza.

A frequência das famílias que saem do programa é grande, em razão da falta de atualização de informações cadastrais ou também por conta da mudança no valor da renda que recebem e assim não se adequarem mais ao perfil para receber o benefício.

Outro fator relevante que pode levar ao cancelamento dos pagamentos é o descumprimento dos compromissos nas áreas de educação e de saúde.

Décimo terceiro do Bolsa Família

Pela primeira vez desde que foi criado o Programa Bolsa Família, os beneficiários vão receber o décimo terceiro sobre o valor que ganham mensalmente. O anúncio foi feito pelo presidente Jair Bolsonaro na tarde de terça-feira, 15 de outubro.

De acordo com a MP, Medida Provisória, o pagamento do décimo terceiro será feito no mês de dezembro.

Confira o calendário:

O pagamento será feito conforme o calendário de dezembro. As datas devem variar conforme o último número NIS – Número de Identificação Social – e os valores devem ser proporcionais ao período em que recebeu o benefício neste ano.

Data de pagamento do Décimo Terceiro (13º) do Bolsa Família 2019
Foi confirmado pelo Ministério da Cidadania juntamente com a Secretaria Especial do Desenvolvimento Social as datas de pagamento do 13º salário do Programa Bolsa Família que disponibiliza um calendário oficial para conferência, sabendo-se que a base será dezembro.

Acompanhe as datas de pagamento do 13º do Bolsa Família, lembrando que o pagamento ocorrerá na sequência do último número do NIS – Número de Identificação Social, partindo de 1 até 0.

  • 1 – Final do NIS 1 – Pagamento dia 10/12
  • 2 – Final do NIS 2 – Pagamento dia 11/12
  • 3 – Final do NIS 3 – Pagamento dia 12/12
  • 4 – Final do NIS 4 – Pagamento dia 13/12
  • 5 – Final do NIS 5 – Pagamento dia 16/12
  • 6 – Final do NIS 6 – Pagamento dia 17/12
  • 7 – Final do NIS 7 – Pagamento dia 18/12
  • 8 – Final do NIS 8 – Pagamento dia 19/12
  • 9 – Final do NIS 9 – Pagamento dia 20/12
  • 0 – Final do NIS 0 – Pagamento dia 23/12

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?